Rio de Janeiro tem 5 casos suspeitos do novo coronavírus

- Anúncio -

A população do Estado do Rio de Janeiro recebeu com preocupação, a notícia de mais 5 casos suspeitos do novo coronavírus.

A Secretaria de Estado de Saúde (SES), informou que mais cinco pessoas apresentaram sintomas que, segundo orientação da OMS, Organização Mundial de Saúde, são compatíveis com o coronavírus.

Os casos suspeitos foram registrados em dois pacientes no município de Niterói, região metropolitana do Estado. 2 Pessoas no Rio e um paciente na baixada fluminense, em Nova Iguaçu.

- Anúncio -

As informações do SES, Secretaria de Estado de Saúde, foi emitida ontem, quarta-feira, 26/02 por volta das 16:00 horas, seguindo o procedimento de atualização realizada diariamente para fornecimento do boletim.

A SES orienta para que a população não entre em desespero, esse é um momento de atenção, em que todos devem seguir as orientações de cuidados.

“A população não precisa se alarmar, mas deve continuar a ter cuidados básicos de prevenção ao contágio”, informou a SES, confirmando que está seguindo os protocolos de atendimento e acompanhamento dos casos, conforme o Ministério da Saúde orientou todos em todos os estados, seguindo a padronização de isolamento e tratamento.

- Anúncio -

O plano de contingência para o novo coronavírus, também faz parte da preparação que a Secretaria de Saúde preparou para atender cidadãos das 92 cidades do Estado do Rio de Janeiro. São hospitais públicos, incluindo as unidades de saúde militares e universitárias e da rede particular.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) fez um alerta mundial sobre os riscos desse novo coranavírus que, tem elevado os índices de mortalidade.

Todas medidas adotadas, são para tentar evitar que mais vidas sejam perdidas pela doença, por isso pacientes com sintomas, considerados como casos suspeitos, precisam ser mantidos em quarentena pelo tempo de observação, assim também como são realizados exames laboratoriais.

Veja as recomendações de proteção:

- Anúncio -

Proteger nariz e boca ao espirrar ou tossir. Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres e copos. Lavar frequentemente as mãos, especialmente após espirrar ou tossir. Evitar ambientes com muita aglomeração Utilizar álcool em gel nas mãos.

Fonte: Uol


Qual sua opinião? Escreva abaixo👇
- Anúncio -

Written by SIlvia Jornalista

Professora Silvia, dou aulas no periodo vespertino e escrevo noticias nos sites da rede Maetips. Mãe de dois meninos, Lucas e Renato de 6 e 12 anos. Sejam muito bem vindos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais um caso suspeito de coronavírus no Espírito Santo é notificado em Aracruz

Quatro amigas morrem em acidente