Rapaz tem prisão decretada após espalhar coronavírus em festas

- Anúncio -

Um caso que aconteceu em Torres, litoral do Rio Grande do Sul, chamou a atenção na web, por conta da falta de descumprimento de uma medida necessária no combate ao novo coronavírus.

No último sábado, 21/03, a juíza Marilde Angélica Webber Goldschmidt, decidiu decretar a prisão domiciliar de um jovem, que sabia dos riscos de contaminar as pessoas, com as quais tivesse contato e contaminar com o Covid-19.

O jovem de 18 anos, contraiu o novo coronavírus, recebeu as orientações de quarentena após o teste positivo para o Covid-19, mesmo assim, ele poderia colocar muitos cidadãos em risco por estar frequentando locais públicos, sem dar atenção a gravidade da situação.

- Anúncio -

O delegado Adriano Koehler Pinto, entrou com o pedido de prisão do rapaz na Justiça. Ele regressou ao Brasil no dia 12 de março, vindo da Irlanda, mas já estava apresentando os sintomas da infecção. No dia seguinte, o exame laboratorial foi realizado pelo Laboratório Central do Estado (LACEN), após ser coletado pela Secretaria de Saúde de Torres. O jovem foi orientado a permanecer em isolamento domiciliar.

- Anúncio -

Segundo a polícia, o jovem não atendeu às recomendações, jogou bola com amigos, esteve em uma festa e foi a um salão de beleza, tudo isso sabendo da gravidade da disseminação da doença e que estava infectado.

O pedido de prisão domiciliar do jovem, foi acatado pela Justiça com base nos termos do Código Penal, que diz; “causar epidemia, mediante a propagação de germes patogênicos” e “infringir determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa“.

A pandemia do novo coronavírus é muito séria, pessoas em todo o mundo estão perdendo a vida, não dá para se descuidar. É da maior importância que todos os cidadãos acatem as orientações da Organização Mundial de Saûde e do governo, para evitar a disseminação da doença.

Ficar em casa é bom para todos, inclusive para quem não estiver doente. Não há mais meio termo, é uma questão de saúde pública e segurança para todos.

Fonte: GaúchaZ


Qual sua opinião? Escreva abaixo👇
- Anúncio -

Written by SIlvia Jornalista

Professora Silvia, dou aulas no periodo vespertino e escrevo noticias nos sites da rede Maetips. Mãe de dois meninos, Lucas e Renato de 6 e 12 anos. Sejam muito bem vindos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sexy Hot libera filmes de graça para brasileiros em quarentena

China volta com transmissão local de coronavírus — entenda nova situação