PRODUÇÃO DE LEITE MATERNO: ATITUDES INESPERADAS QUE DIMINUEM

- Publicidade -

A preocupação das mamães que estão amamentando sobre a possibilidade da produção do leite materno diminuir, de fato além de fatores genéticos, depende de alguns fatores externos ou hábitos, que podem interferir diminuindo a quantidade do leite.

- Publicidade -

Entrar em um estado de ansiedade não adianta nada, ao contrário, só prejudica, porém um pouco de bom senso vale não só por conta da produção do leite materno, mas também em relação a saúde da mulher e do bebê.

- Publicidade -

Os cuidados devem começar ainda na gestação, que é um momento em que a futura mamãe precisa ter mais cuidados, reduzindo algumas atividades habituais para que tudo corra bem. O pré-natal nunca deve ser desprezado para acompanhamento tanto do desenvolvimento do feto, como para acompanhar a evolução e resposta do organismo da mamãe. A medicina está avançada e muitos tratamentos para o bebê são iniciados quando ele ainda está dentro da barriga.

No tocante a produção de leite materno, determinadas atitudes inesperadas podem ser evitadas para que não aconteça a diminuição. Conheça algumas:

- Publicidade -
- Publicidade -

Bebidas alcoólicas;

Não é recomendado durante o aleitamento, a mulher fazer uso dessas substâncias, nem mesmo na versão de cerveja gelada, como algumas pessoas orientam. A Academia Americana de Pediatria alerta sobre os riscos para o bebê que amamenta; “É um perigo porque o bebê toma cerveja junto com a mãe, o álcool passa para o leite materno e o bebê pode ficar com doenças sérias por consequência da cerveja”, explica a Luciana Herrero.

- Publicidade -

Outros tipos de bicos;

Oferecer chupeta, mamadeira e bico de silicone pode fazer com que o bebê acostume-se a sugar incorretamente, mais tarde pode ter dificuldade no ato de mamar e assim reduzir o leite por ele, o filho, mamar pouco.

- Publicidade -
- Publicidade -

Emoções;

O leite materno depende prioritariamente dos hormônios, por esse motivo, o estresse elevado influencia na produção do leite com riscos de causar diminuição, como explica a médica Luciana Herrero. “E eles chegam a ser físicos porque se a mãe não tem o apoio emocional da família ou tem baixa autoestima ela não produz a ocitocina e, portanto, a produção de leite materno é prejudicada”.

- Publicidade -
- Publicidade -