Polícia investiga suposto estupro de menino de 10 anos atribuído a pit bull

- Anúncio -

Um estranho caso está sendo investigado pela Polícia Civil em Mineiros do Tietê, São Paulo, sobre um estupro de vulnerável que aconteceu no último sábado, 07/03. O suposto e principal suspeito, apontado pela mãe, é um cão da raça pit bull.

O menino foi levado ao hospital para atendimento de emergência, a criança alegou ter sido vítima de abuso sexual, apontando o cachorro como o abusador, segundo declarou a mãe.

Para a polícia, a mãe do menino disse que o filho estava sentindo dores e que ele estava com as partes íntimas machucadas. O conselho Tutelar foi acionado pela médica que atendeu o menino, a doutora percebeu que o menino estava com sinais de abuso sexual.

- Anúncio -

Para a delegada que fez a ocorrência, da Central de Polícia Judiciária de Jaú (SP), o argumento da mãe é fantasiosa, por essa razão, o abuso foi registrado como estupro de vulnerável de autoria desconhecida. A delegada explica melhor essa história;

- Anúncio -

“A nossa preocupação é que o menino seja vítima de um abuso sexual, o que é grave, mas a história para explicar a autoria é inconcebível. Eu registrei o boletim de ocorrência dessa foram para que os fatos sejam apurados”.

A criança foi encaminhada para fazer o exame de corpo de delito, as investigações são para apurar os fatos e descobrir quem abusou sexualmente do menino, para punir, de acordo com a aplicação da lei, os culpados.

Infelizmente muitos casos de abuso sexual contra crianças são cometidos no Brasil e no mundo, esse é um crime que precisa ser denunciado imediatamente.

De preferência que, a criança não chegue a passar por isso, de modo que é da maior importância, sempre observar se a criança está mudando de atitude com alguém, ficando mais retraída.

É importante conversar muito transmitindo segurança, pois abusadores fazem ameaças e acreditar, quando a criança contar alguma coisa, depois apurar para saber de fato, mesmo que seja sobre um membro da família ou amigo próximo.

Ligue para o número 100, denuncie.

- Anúncio -

Fonte: G1


Qual sua opinião? Escreva abaixo👇
- Anúncio -

Written by SIlvia Jornalista

Professora Silvia, dou aulas no periodo vespertino e escrevo noticias nos sites da rede Maetips. Mãe de dois meninos, Lucas e Renato de 6 e 12 anos. Sejam muito bem vindos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mulher tosse contra comissários de bordo e leva mata-leão em voo

“Gordos não vão para o céu”, diz pastora