Padrasto bate em bebê de 7 semanas até a morte enquanto trocava sua fralda. Como podemos combater o problema do abuso infantil?

Os maus tratos levaram este bebê a morrer nas mãos de seu padrasto. Saiba quais os sinais que indicam que uma criança está sendo abusada

Abuso infantil é um dos piores crimes que precisa ser combatido, bater em um inocente, que não tem a menos condição de defesa é um ato de crueldade e covardia.

Todo mundo sabe, e não precisa ser pai ou mãe, que os bebês choram, alguns mais tranqüilos, outros fazem um berreiro, cada um com suas próprias características, por isso é importante que os pais observem para conhecer as razões que os leva a abrir a choradeira.

Muitos bebês choram por estar sentindo algum incomodo, dor, fome ou pode até ter problemas mais sérios. A orientação é sempre consultar um médico pediatra para examinar e fazer exames, se for preciso, para diagnosticar se a saúde da criança está em boas condições.

Na Flórida, um crime revoltou população local e internautas. Difícil pensar que alguém possa bater tanto e, um bebê de apenas 7 meses e a criança morrer pela violência das agressões.

Um homem de29 anos, Artem Eydelman, morador da Florida, EUA, era padrasto do bebê de 7 meses, Gwendolyn. Ele tomava conta da criança, enquanto a companheira, mãe biológica da menina estava no trabalho.

Segundo as autoridades, a criança morreu nas mãos do padrasto, pois encontraram a criança com ferimentos gravíssimos, inerte e, casa. Ele socorreram e os médicos fizeram de tudo para reanimá-la, após 2 dias desligaram os aparelhos, não havia mais nada a fazer pela bebê.

Em depoimento na delegacia, o padrasto contou, que havia encontrado a enteada sem movimento, mas as autoridades não acreditaram na versão do homem, depois ele confessou ter dado murros na criança quando trocou as fraldas.

É preciso observar as crianças e verificar se existem marcas de agressões, do mesmo modo que é importante ter atenção à mudança de comportamento.


Qual sua opinião? Escreva abaixo👇

Written by Silvia M2ads

Professora Silvia, dou aulas no periodo vespertino e escrevo noticias nos sites da rede Maetips. Mãe de dois meninos, Lucas e Renato de 6 e 12 anos. Sejam muito bem vindos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

Comments

0 comments

Amigos cuidam um do outro: Um cão salvou um gatinho que estava se afogando e vídeo levantou polêmicas na internet!

Mamãe cadela ferida coloca seu medo de lado e procura ajuda para seus filhotes, fazendo com que fossem resgatados