in , ,

Medicamento identificado por cientistas australianos pode “matar” coronavírus

- Anúncio -

O novo coronavírus está fazendo muitas vítimas no mundo, por isso pesquisadores de todos os países intensificaram as pesquisas, na esperança de descobrir um medicamento para combater o Covid-19.

Na Austrália, uma equipe de cientistas da Universidade Monash, em Melbourne, com apoio do Instituto Peter Doherty de Infecção e Imunidade (Doherty Institute), sinalizou que pode ter encontrado um medicamento  antiparasitário para eliminar o novo coronavírus.

Nos testes realizados na cultura de células com o medicamento Ivermectina, o Covid-19 foi combatido em apenas 48 horas com apenas uma dose.

- Anúncio -

O crescimento do novo coronavírus foi interrompido e todo o material genético foi eliminado. Essa boa notícia foi publicada no periódico Antiviral Research, em que dá detalhes dos testes.

A equipe de cientistas da Universidade Monash, liderada pela especialista Dra. Kylie Wagstaff, do Instituto Monash Biomedicine Discovery, precisa agora, juntamente com a equipe, estabelecer a dose recomendada para o uso do medicamento com segurança.

“Descobrimos que mesmo uma dose única pode remover essencialmente todo o RNA viral em 48 horas e que mesmo em 24 horas houve uma redução realmente significativa”, explicou a Dra. Wagstaff.

- Anúncio -

O medicamento ivermectina é usado no mundo todo e aprovado pela FDA, como  antiparasitário, mas nos testes in vitro de Zika, Influenza, Dengue e até do HIV, também demonstrou que pode ser eficaz.

“A ivermectina é amplamente utilizada e vista como uma droga segura. Precisamos descobrir agora se a dose em que você pode usá-la em seres humanos será eficaz – esse é o próximo passo”, disse  a Dra Wagstaff e completou;

“Nos momentos em que estamos tendo uma pandemia global e não há um tratamento aprovado, se tivéssemos um composto que já estava disponível em todo o mundo, isso poderia ajudar as pessoas mais cedo. Realmente, levará um tempo até que a vacina seja aprovada.”

O cientista médico sênior do Laboratório de Referência de Doenças Infecciosas Vitorianas (VIDRL) ​​do Doherty Institute, Dr. Leon Caly, está muito entusiasmado com os testes e declarou;

- Anúncio -

“Como o virologista que fez parte da equipe que foi o primeiro a isolar e compartilhar o SARS-COV2 fora da China em janeiro de 2020, estou entusiasmado com a perspectiva de a ivermectina ser usada como um medicamento potencial contra o COVID-19”.

Créditos: https://www.eurekalert.org/pub_releases/2020-04/mu-pcd040320.php


Qual sua opinião? Escreva abaixo👇
- Anúncio -

Written by SIlvia Jornalista

Professora Silvia, dou aulas no periodo vespertino e escrevo noticias nos sites da rede Maetips. Mãe de dois meninos, Lucas e Renato de 6 e 12 anos. Sejam muito bem vindos.

Em teste, remédio para piolho matou novo coronavírus em 48 horas

“Meu pai só saiu para ir ao mercado” desabafa filha de homem que faleceu vítima da Covid-19