Mãe diz que professor a proibiu de amamentar filho durante aula online

- Anúncio -

Estudante universitária, mãe de uma bebê de 10 meses, fez um desabafo em seu perfil no Facebook, contando que o professor de uma disciplina a proibiu de amamentar a filha durante as aulas online.

A aluna Marcella Moraes, EUA, não chegou a dizer a disciplina que o professor leciona, se limitou em fazer o relato que, rapidamente foi compartilhado por diversos internautas.

Marcella contou que recebeu com surpresa, o e-mail de um professor, informando sobre a exigência de que, todas as câmeras e microfones devem ficar ligados durante toda as aulas online, uma medida que  foi tomada por questões de saúde, para evitar a disseminação do Covid-19, em substituição das aulas presenciais.

- Anúncio -

A universitária respondeu ao e-mail dizendo que só não deixaria a câmera ligada, se estivesse amamentando a bebê.

“Fico feliz em saber que você pode ter sua câmera e microfone ligados, mas, por favor, não amamente sua filha durante a aula porque não é o que você deveria fazer. Faça isso depois da aula”, respondeu o professor em outra mensagem.

Marcella disse que ficou chocada com a resposta e que foi ainda pior, quando o professor disse ter recebido um e-mail de uma aluna, que achou “estranho”, pois ela queria fazer “coisas inapropriadas” durante a aula.

A estudante contou que foi o único professor com quem teve problemas. Ela entrou em contato com a coordenadora da universidade, Lorraine Smith, para contar o ocorrido, após alguns dias, o professor enviou o seguinte e-mail:

- Anúncio -

“Lamento o transtorno em relação à sua intenção de amamentar seu bebê. A partir de agora, você tem o direito de amamentar seu bebê a qualquer momento durante as aulas. Você pode desligar a câmera a qualquer momento, conforme necessário”.

A responsável pelo setor de comunicação da instituição de ensino, Kathy Bonilla, explicou que o professor não tinha conhecimento sobre a lei do aleitamento materno do estado, dizendo:

“O docente não conhecia a lei do aleitamento materno e agora entende que sua diretriz não era correta. A lei da Califórnia exige que as escolas acomodem os alunos para condições relacionadas à gravidez e ao parto, incluindo a lactação. A acomodação inclui fornecer o tempo longe das aulas para amamentar sem penalidades acadêmicas. Trabalhamos com o professor para garantir que os direitos [de Marcella] não fossem violados”.

- Anúncio -

Segundo informações da CNN, a universitária trancou a disciplina e também tentou entrar em contato com o professor, mas não obteve resposta dele.

Créditos: https://www.uol.com.br/universa/noticias/redacao/2020/10/06/mae-diz-que-professor-a-proibiu-de-amamentar-filho-durante-aula-online.htm


Qual sua opinião? Escreva abaixo👇
- Anúncio -

Written by SIlvia Jornalista

Professora Silvia, dou aulas no periodo vespertino e escrevo noticias nos sites da rede Maetips. Mãe de dois meninos, Lucas e Renato de 6 e 12 anos. Sejam muito bem vindos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mãe processa clínica de gênero na tentativa de impedir filha de 16 anos mudar de sexo

Quanto mais o homem ajuda em casa maior é a probabilidade de divórcio, diz estudo