in

Karol Conká diz que era ignorada pela mãe na infância: até que ponto os pais moldam o comportamento dos filhos no futuro?

Foto: reprodução
- Anúncio -

O Big Brother Brasil 21, começou levantando muitas questões em pouco tempo. Na casa, um dos temas mais comentados é o cancelamento, por isso, muitos internautas reagiram nas redes sociais, falando sobre a possibilidade desta edição ficar muito”chata”, pelo fato dos participantes terem demonstrado preocupação com a opinião pública.

Quem levantou essa possibilidade dos brothers ficar passando pano em tudo, agindo como se fossem quase perfeitos, já entendeu que não é bem assim e uma das protagonistas nas publicações na web é a cantora Karol Conká.

Por conta das atitudes que Lucas penteado teve na primeira festa, os participantes ficaram indignados, mas quem mais tem falado no ocorrido, chegando a “punir” o ator, até ignorando a presença dele.

- Anúncio -

Karol que é mãe solo de um adolescente de 15 anos, contou aos demais participantes, a educação que recebeu da mãe e como era difícil para ela, passar um dia todo sendo ignorada.

“Um dia, 8 horas excluindo e ignorando ele [o Lucas] é bom, porque aí o cara pensa. Eu já fui ignorada por horas, minha mãe me ensinou assim. Ela passava um dia sem falar comigo”, disse Karol Conká, se referindo ao modo que entende como fazer alguém sentir o peso da responsabilidade.

O caso é tão sério que, a educadora parental, especialista em educação emocional e autora do livro “Pais Que Evoluem – Um novo olhar para a infância”, 

- Anúncio -

Telma Abrahão, publicou em seu perfil na rede social, uma reflexão sobre a repetição de padrões. 

Veja trechos que a especialista publicou:

“Esse post não é um julgamento, mas sim um convite a reflexão. Também não é um ataque contra os pais que já agiram assim com os filhos, mas sim uma oportunidade de rever conceitos. A violência emocional é passada de geração em geração e acabamos perpetuando atitudes abusivas na educação”, disse Telma Abrahão, mãe de dois filhos, Lorenzo e Louise.

“Se na infância ela aprendeu a se defender dos constantes ataques verbais, físicos ou emocionais que recebia de seus pais, ela pode acabar reproduzindo esse mesmo comportamento em suas relações com o outro. Mas claro que como adulta, ela tem sua parcela de responsabilidade, pois não agiu para mudar. Seguiu em frente repetindo um comportamento automático sem se questionar sobre o impacto negativo de suas atitudes. Cabe a ela reconhecer suas próprias limitações emocionais e buscar autoconhecimento para mudar.”

- Anúncio -

“Karol seguiu em frente repetindo um comportamento automático sem se questionar sobre o impacto negativo de suas atitudes”.

 

Créditos: https://paisefilhos.uol.com.br/familia/karol-conka-diz-que-era-ignorada-pela-mae-na-infancia-ate-que-ponto-os-pais-moldam-o-comportamento-dos-filhos-no-futuro/


Qual sua opinião? Escreva abaixo👇
- Anúncio -

Written by SIlvia Jornalista

Professora Silvia, dou aulas no periodo vespertino e escrevo noticias nos sites da rede Maetips. Mãe de dois meninos, Lucas e Renato de 6 e 12 anos. Sejam muito bem vindos.

Irmão de Juliette faz desabafo sobre doenças psicológicas da participante do BBB21

Galvão Bueno celebra 92 anos da mãe com declaração cheia de amor: “Vida longa à Matriarca!”