Jogador ‘anjo’ entrou nas chamas e arriscou a vida para salvar amigos

- Publicidade -

Mais uma tragédia abalou o Brasil nesta semana, quando o centro de treinamento do Flamengo amanheceu pegando fogo e deixando várias vítimas.

- Publicidade -

Na última sexta-feira (8), por volta das 5h17, o Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro foi acionado para conter um incêndio no centro de treinamento Ninho do Urubu, do Flamengo.

- Publicidade -

Na tragédia, 10 meninos, jogadores da categoria de base do clube, que dormiam na ala dos alojamentos, morreram. Outros três ficaram feridos, foram socorridos e estão hospitalizados, sendo um deles em estado gravíssimo com 40% do corpo queimado.

A tragédia não foi ainda maior, pois um dos sobreviventes, Felipe Cardoso, de 15 anos que acordou no inicio das chamas, conseguiu ajudar alguns companheiros a escapar com vida.

- Publicidade -
- Publicidade -

Felipe contou que a fumaça começou no quarto dele, e que ao sentir o cheiro de fumaça, ele ainda conseguiu ajudar três amigos que estavam dormindo a saírem das chamas, arriscando a própria vida, para salvar os outros.

O jovem lamenta não ter conseguido salvar os outros que estavam em quartos mais nos fundos do alojamento.

- Publicidade -

Depois, ele ligou para o pai muito abalado contando o que houve e se sentindo triste pelos amigos que não puderam escapar.

Nas redes sociais ele agradeceu a vida e lamentou pelos colegas.

- Publicidade -
- Publicidade -

“Incêndio ocorreu no meu quarto, só tenho que agradecer a Deus por conseguir acordar e escapar da morte, Deus conforte meus irmãos”, disse Felipe ao falar sobre o assunto. 

Veja abaixo a publicação feita por ele em sua rede social:

- Publicidade -

- Publicidade -

- Publicidade -