IML revela causa da morte de Tatiane Spitzner

- Anúncio -

Laudo do exame de necropsia de Tatiane Spitzner é concluido e entregue a justiça

Paulino Pastre, diretor do Instituto Médico Legal (IML), divulgou nesta quinta-feira (20), o laudo com a conclusão do exame de necropsia no corpo da advogada Tatiane Spitzner, que foi encontrada morta dentro do apartamento onde morava com o marido, em Guarapuava, na região Central do Paraná, no dia 22 de julho deste ano.

Luis Felipe Manvailer, marido de Tatiane está preso, acusado de ter assassinado a esposa, ele foi preso no mesmo dia da morte da mulher, e estava a mais de 300 km da cidade.

- Anúncio -

O diretor Pastre, afiram que desde o inicio sabiam que se tratava de uma morte violenta, e após os exames eles afirmam que a morte se deu por constrição no pescoço, o que chamam de ‘esganadura”.

“Todo o procedimento pericial realizado confirmou unanimemente, tanto os exames complementares realizados em Curitiba como o exame necroscópico lá em Guarapuava, que a Tatiane morreu e posteriormente caiu do prédio”, disse o diretor do IML.

Segundo Pastre, vários elementos dão  certeza de que a morte de Tatiane foi feita pela esganadura, inclusive a fratura do osso hioide, que fica na região do pescoço.

“O que foi mais importante a corroborar foram outros elementos da constrição da região cervical – por meio do emprego possivelmente das mãos, na esganadura – que imprimiu os próprios dedos, para falar em um linguajar mais simples, na musculatura cervical, fazendo um processo de edema, e que é constatável no exame”, detalhou.

O corpo de Tatiane também apresentava vários sinais de luta, como hematomas. E seu sangue tinha um teor elevado de álcool.

Dúnia Rampazzo, promotora do caso, afirma que a promotoria tem certeza da autoria do crime praticado por Luis Felipe, e que a morte ocorreu ainda dentro do apartamento do casal.

“Os laudos nos comprovam que o acusado matou a vítima dentro do apartamento mediante esganadura, porque a morte da vítima foi produzida por asfixia mecânica, e posteriormente jogou o corpo da vítima pela sacada do apartamento”, afirma.

- Anúncio -

A família de Tatiane, por meio de seus advogados que estão atuando como auxiliares da promotoria, emitiu nota a imprensa.

“Ele a matou dentro do apartamento, submetendo-a um período prolongado de violentas agressões físicas. Não houve suicídio, mas feminicídio e fuga do criminoso”, diz a nota.

- Anúncio -

A defesa de Luis Felipe Manvailer, disse que só se pronunciará depois que tiver acesso ao laudo, e especialistas analisarem a matéria.

Luis Felipe sempre negou o crime, e se diz inocente.


Qual sua opinião? Escreva abaixo👇
- Anúncio -

Written by Ana Paula

Jornalista de profissão, e redatora por vocação. Escrevo com prazer tentando passar em palavras, emoções que possam tocar a vida das pessoas. Nas horas vagas mamãe de gatos e degustadora de cafés, que são meus grandes amores.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mistério sobre os ovos falsos finalmente é desvendado

Ácido Fólico: a vitamina que previne o retardo mental, tumores, envelhecimento prematuro e evita tantas outras doenças