Homem é preso após estuprar, dopar e oferecer maconha para as filhas de 9 e 10 anos

Caso estarrecedor só foi descoberto após a diretoria da escola onde as meninas estudam receber a denúncia. Vítimas, de 9 e 10 anos, eram ameaçadas e dopadas frequentemente pelo pai.

Na região da Zona da Mata mineira, em Juiz de Fora, Minas Gerais, duas crianças, uma com 10 anos e outra de 9, eram vítimas do próprio pai, um homem de 33 anos, durante dois anos.

Para praticar os abusos, o pai obrigava as meninas a tomar remédio para diminuir a dor, conforme explicou a polícia militar após apurar os fatos. Para piorar, se é que possa haver algo de pior nessa história, ele batia na mulher, a mãe das meninas e por conta própria, o homens também oferecia entorpecentes, droga como, por exemplo, maconha, para entorpecer as filhas.

Essa violência é absurda deixou toda sociedade revoltada, começando pela população local. O alívio para as meninas só veio após uma avó ter contato à diretora da escola em que as meninas frequentam. Diante do absurdo revoltante, a diretora comunicou a polícia.

Policiais foram a te a casa do suspeito e o encontrou saindo de casa, ele foi preso imediatamente.

A polícia encontrou as meninas dentro da casa, a de 9 anos parecia estar dormindo e a de 10 desmaiada.

Mais tarde, após as crianças terem acordado, a mais velha contou para os policiais tudo o que ela e a irmã sofriam. Disse que há cerca de dois anos  ele dizia ser uma brincadeira. O pai que fazia carícias no corpo e nas partes íntimas das meninas, depois passou para ação de conjunção carnal violando as suas próprias filhas com abusos constantes.

Os abusos sexuais aconteciam no quintal de casa, depois ele utilizava a pomada nas meninas, que foi apurado que se tratava de pomadas com ação anestésica. A menina de 10 anos mostrou onde o homem escondia os remédios.

O caso é tão revoltante que ele ainda obrigava as filhas a tomar remédio analgésico para reduzir a dor e também medicação por conta própria para dopá-las.

Um dia antes da polícia chegar, o pai eu maconha para as meninas, mas ele não queriam. O homem fazia ameaças, caso as filhas contassem para alguém, a mãe seria presa e os irmãos ficariam em um orfanato.

Até as roupas das crianças o pai decidia, elas só podiam usar roupas grandes para ninguém notar as silhuetas.

A mãe das crianças teve que prestar depoimento e disse que o marido é a ameaçava e batia nela, também ameaçando os filhos.

As meninas foram levadas para o hospital, onde foram submetidas a exames, que comprovaram, sem dúvida, os abusos.


ATENÇÃO MÃE, QUAL SUA OPINIÃO?

escreva seu comentário abaixo👇