Governo vai autorizar empresas cortar jornada e salários pela metade devido coronavírus

- Anúncio -

Um pacote de medidas foi anunciado pelo Governo Federal, na quarta-feira, 18/3, autorizando flexibilização entre patrões e empregados, cuja proposta é a de permitir redução na carga horária de trabalho e também que os salários possam ser reduzidos em até 50%.

O pacote de medidas que o governo federal  decidiu adotar, para evitar o aumento do desemprego, nesse momento em que o mundo está enfrentando a pandemia do novo coronavírus.

Para isso uma das medidas é permitir que  as empresas possam cortar o salário dos empregados em até 50%, porém do mesmo modo que a remuneração pode sofrer uma redução, o trabalhador nesse caso, também terá sua jornada de trabalho reduzida proporcionalmente ao período que irá trabalhar .

- Anúncio -

Prevendo que a economia brasileira irá sofrer um grande baque por conta do  novo coronavírus, o governo federal teve a iniciativa de criar um programa antidesemprego, que em breve o Congresso Nacional irá receber para que então, o quanto antes, a medida provisória seja  aprovada.

- Anúncio -

Essa nova medida que o governo federal anunciou, de  corte de salário e redução da jornada de trabalho, terá validade somente até o fim do ano de 2020, por ser o prazo que acredita-se que a calamidade pública seja resolvida.

Embora iniciativa seja do governo federal,  o ministério da economia afirmou que a negociação poderá ser individual, entre  empregados e empregadores, pois a prioridade é a manutenção dos empregos; 

“É preciso oferecer instrumentos para que empresas e empregados superem esse período de turbulência. O interesse de ambos é a preservação de emprego e renda”, disse Bruno Dalcolmo, secretário de Trabalho.

O que o governo procura com essa medida é atenuar uma crise ainda pior, que o trabalhador brasileiro possa vir a sofrer se perder o emprego.

Neste pacote de medidas, o trabalhador poderá ter férias antecipadas, conforme a empresa determinar, poderá ser individual ou coletiva, além da permissão para antecipar os dias de feriados, desde que não sejam religiosos.

Fonte: Veja

- Anúncio -

Qual sua opinião? Escreva abaixo👇
- Anúncio -

Written by SIlvia Jornalista

Professora Silvia, dou aulas no periodo vespertino e escrevo noticias nos sites da rede Maetips. Mãe de dois meninos, Lucas e Renato de 6 e 12 anos. Sejam muito bem vindos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pão de Açúcar vai abrir exclusivamente para idosos acima de 60

Governo determina fechamento de shoppings e academias na Grande SP para conter avanço do coronavírus