Escola dos horrores: Crianças de 1 a 1 ano e meio, eram xingadas e agredidas em creche diariamente!

As crianças eram estapeadas, amarradas com fita adesiva e imprensadas contra o chão com a professora pisando em suas nucas!

É assustador como os casos de abuso infantil praticado por pessoas que se dizem cuidadoras profissionais, tem sido motivo de revolta em todo o mundo. Segundo estatísticas de especialistas da área, cerca de 7.4 milhões de crianças já foram vítimas de abusadores. A cada novo caso que surge, os pais ficam arrasados diante de tanta maldade.

Uma escola localizada na Itália, em Piacenza, ficou conhecida como “escola dos horrores”. No local onde as crianças deveria ser cuidadas e  estarem protegidas, como todos pensam, as crianças sofriam tortura psicológica sendo xingadas e recebendo agressões. A média de idade dos pequenos é de 1 ano a 1 ano e meio.

As professoras, uma de 53 anos e outra de 31, foram presas pela polícia para esclarecimentos. As mulheres foram acusadas de praticar maus tratos contras as crianças na creche, a denúncia foi feita por uma das funcionárias, que não concordava com a absurda covardia. As investigações começaram em abril de 2017, para averiguar a denúncia.

As imagens das agressões foram registradas em vídeo, que para comprovar os abusos, a polícia instalou câmeras na escola com microfones. As professoras foram flagradas agredindo 4 crianças. Em geral as agressões aconteciam quando as crianças estavam deitavam para dormir, elas então as acordavam sendo seguradas pela cabeça, puxadas pelo tornozelo, pressionadas e tudo o mais.

As duas mulheres xingavam e ameaçavam as crianças todos os dias, sendo uma prática comum.

Diziam frase do tipo:

– Seu tolo.

– Vou dividir sua cabeça ao meio!

Há suspeita de terem amarrado as crianças com esse diálogo capturado pelos microfones:

– Me passe a fita! – disse uma professora.

– Claro, como eu fiz da outra vez! – disse a outra.


Qual sua opinião? Escreva abaixo👇