Engenheiros transformam máscaras de mergulho em equipamentos que salvam vidas

Uma ideia inovadora para salvar vidas, fez com que engenheiros da Isinnova, em Brescia, onde foram registrados muitos casos do novo coronavírus na Itália, pensasse em uma solução rápida para salvar vidas, após terem sido procurados pelo médico Renato Favero.

A quantidade de respiradores nos hospitais é pouca para o grande número de pacientes que dependem desses equipamentos. A solução precisava ser rápida, por isso um grupo de engenheiros decidiu agir.

Advertisements

Os profissionais analisaram uma máscara comum, de uma empresa francesa, entenderam o que era preciso, criaram desenhos e projetaram uma válvula, que pode ser feita simplesmente usando uma impressora 3D.

Como o projeto deu certo, a empresa Isinnova registrou a patente para não permitir que outras pessoas ou empresas fabriquem a máscara com a intenção de cobrar altos preços.

“Nossa iniciativa é totalmente sem fins lucrativos, não obteremos royalties sobre a ideia, nem sobre as vendas das máscaras Decathlon”, disse um dos criadores.

Na Itália, muitos hospitais já estão usando a máscara de mergulho em pacientes internados com Covid-19, feitas a partir de um projeto simples para salvar vidas.

Créditos: Hypeness

Written by Silvia Cardoso Souza

Professora Silvia, dou aulas no periodo vespertino e escrevo noticias nos sites da rede Maetips. Mãe de dois meninos, Lucas e Renato de 6 e 12 anos. Sejam muito bem vindos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *