in ,

Em fuga depois de ‘saidinha’, homem mata menina de 14 anos

- Anúncio -

O suspeito já era condenado pelo assassinato da esposa em 2006 na cidade de Ribeirão Preto, e também cumpria pena por tráfico de drogas.

Na manhã do último sábado (19), a adolescente Júlia Maria de Lima Mendes de 14 anos, foi morta com golpes de faca, por um vizinho que esperou sua família sair e invadiu a residência da família, no bairro Água Branca, em Araçatuba (SP).

Segundo matéria do G1, o homem que cumpria pena por tráfico de drogas teria aproveitado a “saidinha” de natal e não retornou mais para a penitenciaria.

- Anúncio -

De acordo com informações da Polícia Militar, Daniel Gaspar Barbosa, de 33 anos, teria pulado o muro da casa e abordou a garota que estava dormindo na sala. Há indícios de que ele tenha tentado estuprá-la e essa teria sido a motivação do crime, ela apresentava marcas de esganadura no pescoço.

A mãe da adolescente, que tem um salão na frente de casa, ouviu gritos e teria visto o homem fugindo. O corpo dela foi levado ao Instituto Médico Legal (IML) da cidade.

Daniel foi preso no domingo (20) no bairro Ivo Tozzi, em Araçatuba, e em depoimento à polícia ele admitiu ter matado a menina, mas negou que tenha tentado estuprá-la.

Ele disse que teria feito isso porque ela era ‘cagueta’, e que os dois tiveram uma discussão na rua dias antes, mas a polícia não acredita nesta versão, pois ele poderia estar mentindo apenas para não voltar para a cadeia como estuprador de crianças, crime que não é tolerado pela massa carcerária.

- Anúncio -

O homem já passou pela audiência de custódia e permaneceu preso. Ele foi encaminhado para a cadeia pública de Penápolis, onde deverá aguardar vaga em alguma unidade prisional da região. O caso segue agora para a Delegacia de Defesa da Mulher.

Na internet milhares de pessoas lamentaram a morte de Julia e pedem justiça.

- Anúncio -

Qual sua opinião? Escreva abaixo👇
- Anúncio -

Written by Ana Paula

Jornalista de profissão, e redatora por vocação. Escrevo com prazer tentando passar em palavras, emoções que possam tocar a vida das pessoas. Nas horas vagas mamãe de gatos e degustadora de cafés, que são meus grandes amores.

Relato de mãe de autista expulsa do Uber viraliza na internet: ‘Ele não merece ser tratado assim’

Fábio Assunção se une a cantores de hit com seu nome para ajudar ONGs que tratam dependentes