Crueldade: menino de 8 anos é morto pelo próprio pai ao tentar impedir que o homem machucasse a mãe durante uma briga

Violência doméstica é um problema de todos nós! Saiba como agir e como denunciar os agressores.

Essa crueldade tem que parar! No Brasil, mulheres são vítimas de agressões a cada 7.2 segundos conforme aponta resultado das pesquisas realizadas pelo Instituto Maria da Penha. Essa realidade é chocante e ao mesmo tempo cruel.

Recentemente o caso de violência contra a mulher, resultou na morte de um menino de 8 anos sendo morto pelo próprio pai. Tudo o que a criança queria era tentar fazer com que o pai parasse de agredir a mãe, só que para isso ele, ainda um pequeno menino pagou com a própria vida.

Esse absurdo aconteceu no Estado do Alagoas, o pai tentou atirar na mulher, ao ver o que estava prestes a acontecer, quando viu o pai pegando a arma, o menino de 8 anos se posicionou na frente da mãe para evitar o assassinato, porém a bala o acertou. A criança foi levada para atendimento no hospital depois de socorrida em casa, mas não conseguiu resistir aos ferimentos e foi a óbito, conforme informou a Polícia.

O motivo da briga ainda está sendo investigado, o que foi apurado por enquanto é que o casal teve uma discussão e o pai do menino pegou a arma para atirar na esposa.

Nos Estados Unidos, só no ano de 2006, um estudo realizado sobre violência doméstica com crianças presentes foi cerca de 29,4%, o que é muito preocupante, pois além da possibilidade de se ferir, a criança que presencia tais atos pode ter problemas de comportamento em psicológico por toda a vida quando não recebe atendimento.

Temendo retaliação, muitas pessoas têm medo de denunciar os agressores em caso de violência doméstica, mas a vida de uma mulher ou e uma criança pode estar em perigo. Se for para denunciar flagrante, que é quando as agressões estão acontecendo, ligue para o número 190.

O Governo Federal criou a Secretária Nacional de Políticas para as Mulheres, que orienta e atende casos de violência contra a mulher. A ligação é gratuita de qualquer estado para o 180.

 


ATENÇÃO MÃE, QUAL SUA OPINIÃO?

escreva seu comentário abaixo👇