Coronavírus: Saiba o que a Covid-19 faz com o seu corpo

- Anúncio -

O mundo já está com aproximadamente 150 mil pessoas com o Covid-19, o luto se espalha nos países em que a doença levou a óbito mais de 5 mil cidadãos.

O novo coronavírus está se espalhando pelo mundo em uma velocidade preocupante, por isso a Organização Mundial de Saúde, OMS, classificou o Covid-19 em pandemia, pedindo a todos os governos no mundo, que sigam as orientações de tratamento, quarentena e prevenção.

Os chineses foram os primeiros a terem contato com o Covid-19. O primeiro caso registrado pelas autoridades de Saúde na China, província central de Hubei, em dezembro de 2019. Em poucos dias, outros moradores procuraram atendimento médico apresentando os mesmos sintomas, mais tarde comprovando por meio de exames, que estavam infectados.

- Anúncio -

Segundo informações da Organização Mundial da Saúde (OMS), os principais sintomas, em caso de contrair o novo coronavírus, são muito parecidos em quase todas as pessoas, por isso são considerados como principais sintomas da doença; dor de garganta, diarréia, congestão nasal, dores musculares, muito similar aos sintomas de uma gripe ou forte resfriado, podendo progredir para dificuldade de respirar.

O especialista William Schaffner, do Centro Médico da Universidade Vanderbilt, nos Estados Unidos, falou sobre o Covid-19; “O coronavírus é principalmente um vírus respiratório”, por isso os primeiros sintomas começam na garganta.

Como o Covid-19 entra no corpo, “ele se liga às células da mucosa do fundo do nariz e da garganta”, explica William Schaffner.

“E uma vez dentro da célula, como os outros vírus, ele começa a dar ordem para produzir mais vírus”.

“Quando isso ocorre, o corpo percebe que o vírus está lá e produz uma resposta inflamatória para tentar combatê-lo”.

“É por isso que começamos a sentir um pouco de dor de garganta e podemos ter um nariz entupido”.

“O vírus então entra nos tubos brônquicos (as vias aéreas que vão para os pulmões) e ali produz inflamação na mucosa desses tubos”.

- Anúncio -

“Isso causa irritação e, portanto, começamos a tossir”, continuou explicando.

- Anúncio -

“Quando isso ocorre, “a resposta inflamatória aumenta porque o corpo está combatendo o vírus e, consequentemente, a febre aparece”.

“Se uma porção suficiente de tecido pulmonar for afetada, será mais difícil para o paciente respirar, porque ele não pode respirar o ‘ar ruim’ e inalar o ‘bom'”.

O médico clínico e epidemiologista da equipe de saúde global da Escola de Higiene e Medicina Tropical em Londres, Reino Unido, Kalpana Sabapathy, falou à BBC News Mundo;

“Para evitar que a infecção sequestre nossas células, nosso corpo produz substâncias químicas bastante agressivas”.

Quando o paciente está com pneumonia, “(o vírus) cria congestão nos pequenos sacos de ar na base dos nossos pulmões (alvéolos)”.

“Mas se essas bolsas estão cheias de infecção, combinadas com a resposta do nosso corpo a essa infecção, elas têm menos capacidade de ar”.

“E se o corpo não recebe oxigênio suficiente, isso leva à insuficiência respiratória e o coração, sem oxigênio suficiente pela corrente sanguínea, não pode funcionar”.

“Imagine que é uma guerra. Existem dois exércitos que lutam entre si, mas às vezes as bombas machucam civis. Ou podem cair no hospital ou no museu, mas não no inimigo”.

“Chamamos isso de dano colateral. É o que pode acontecer quando a resposta inflamatória é tão forte que aumenta o problema da pneumonia”.

A diretora clínica do Sistema de Saúde Providence nos Estados Unidos, Amy Compton-Phillips, em entrevista ao New York Times, explicou mais sobre a infecção do Covi-19, sobre a possibilidade do vírus estasr no nariz e se espalhar pelo reto;

“não é apenas capaz de causar pneumonia, mas também pode causar danos a outros órgãos, como coração, fígado e rins, assim como em sistemas corporais como o sangue ou o sistema imunológico”.

O especialista Schaffner, falou sobre o que pode acontecer ao organismo de um paciente curado do novo coronavírus, embora a maioria esteja se curando plenamente, o especialista diz;

“haja alguns relatos de pacientes que, como consequência da inflamação, possam ter algumas cicatrizes nos pulmões e uma função pulmonar reduzida”.

Fonte: BBC News


Qual sua opinião? Escreva abaixo👇
- Anúncio -

Written by SIlvia Jornalista

Professora Silvia, dou aulas no periodo vespertino e escrevo noticias nos sites da rede Maetips. Mãe de dois meninos, Lucas e Renato de 6 e 12 anos. Sejam muito bem vindos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

No BBB20, Daniel apresenta sintomas de coronavírus e assusta

Pacientes recuperados da Covid-19 podem ter danos permanentes nos pulmões