in ,

BEBÊ DE ATRIZ ANDA DESCALÇO POR SEGUNDOS E SOFRE GRAVE QUEIMADURA

- Anúncio -

A apresentadora Maíra Charken teve de levar bebê ao hospital, essa notícia precisa ser divulgada, para que outras mamães não passem por esse susto e nem seus bebês sofram.

O bebê Gael, de apenas 1 ano precisou de cuidados médico para tratar de queimaduras nos dois pés na última quinta-feira, 24. Para proteção e tratamento, o médico que prestou atendimento ao filho da atriz e apresentadora Maíra Charken precisou ser enfaixado. A mãe postou fotos nas redes sociais tiradas no hospital. Ela tem toda a razão em compartilhar, muitos pais, assim como ela, precisam saber como proceder e evitar riscos com os bebês.

O que parecia ser tão comum e até bom para a saúde das crianças, se tornou um risco e poderia ter sido pior. O bebê Gael foi diagnosticado com queimaduras e primeiro grau, mas o quadro poderia ter sido mais agressivo se não tivesse recebido cuidados no momento certo.

- Anúncio -

A prática de andar descalço é bom para as crianças, segundo muitos pediatras orientam. Sem esse conhecimento, muitos pais deixam a criança andar um pouco quando o local não oferece riscos a criança, porém, nesses dias muito quente a atenção deve ser ainda maior, porque as crianças são muito rápidas, nessa fase estão explorando tudo e, por maior que sejam os cuidados, pode acontecer de ter bolhas por queimaduras nos pés.

Maíra Charken ágil rapidamente, ela permitiu que o bebê andasse um pouquinho sem sandálias, mas ele pisou por poucos instantes no chão, no local em que estava quente perto da piscina. A mãe logo o retirou e ao perceber as chances de virar uma lesão séria, ela o levou ao hospital.

Confira o desabafo da apresentadora:

: “Tive que lidar com a primeira grande dor que meu filho sentiu. Nos pés dele não são sapatinhos novos não. São ataduras, curativos pra proteger queimaduras de 2º grau que ele sofreu na escola, no momento em que se divertia no pátio. Ele tava descalço na piscina e, em questão de segundos, saiu correndo e pisou numa área fervendo do sol. Doeu demais, eu sei e isso me desmontou! Tão pequenininho e tendo que lidar com essa dor, não é justo! Mas acidentes acontecem, eu sei e por mais que vigiamos e que tenham pessoas cuidando, algo sempre pode sair do controle. Durante todo processo me mantive calma, mas agora, com a cabeça no travesseiro, lamento o dia de hoje. Estão todos salvos? Estão. Gaelzinho chegou do hospital todo serelepe, alegre, brincando? Chegou. Mas que foi um dia triste, ah, foi!”.

- Anúncio -

Qual sua opinião? Escreva abaixo👇
- Anúncio -

Written by SIlvia Jornalista

Professora Silvia, dou aulas no periodo vespertino e escrevo noticias nos sites da rede Maetips. Mãe de dois meninos, Lucas e Renato de 6 e 12 anos. Sejam muito bem vindos.

Por que as crianças nos braços nos braços das mães pedintes estão sempre dormindo?

Socorristas comemoram ao encontrar cerca de 50 pessoas vivas ilhadas em Brumadinho