in

Assédio no BBB 19? Rodrigo tenta beijar Rízia à força e fica agressivo quando ela nega

- Anúncio -

A atitude do brother que se colocava como um militante dos direitos de minorias, agiu de forma agressiva e inesperada com a colega de confinamento.

A festa ‘Sétima Arte’, que aconteceu na madrugada desta quinta-feira (28), não acabou bem, e o clima ficou tenso, depois que o brother Rodrigo, até então conhecido pela militância da causa negra, e das minorias, agiu de forma machista e agressiva com Rízia.

Os participantes se divertiam descontraidamente na festa, quando a jornalista Rízia, brincou dando ‘selinhos’ nele e em Alan.

- Anúncio -

Só que Rodrigo parece que esqueceu do discurso politicamente correto e segurou Rízia pelo braço, tentando um beijo forçado, e segundo ela, colocou a língua.

Ela então se desvencilhou rapidamente e ele se mostrou agressivo com a negativa da moça, alegando que ela teria deixado o ‘galego’, e perguntando porque ele não.

“Não tira a mão, não! Não tira a mão, não! O galego [Alan] pode e eu não posso?”, disparou ele, em tom, agressivo.

Ela visivelmente constrangida vai se afastando e diz: ‘Que galego?”.

No final da festa, Rízia parecendo incrédula no que havia passado, comenta com as outras meninas.

“O Rodrigo tentou me beijar. Eu juro, ele tentou me beijar. Eu fui dar um selinho nele e no Alan e ele botou a língua para fora”, disse Rízia para Paula e Hariany.

Paula custa a acreditar e pergunta se ele não é gay.

- Anúncio -

Depois da conversa, as câmeras do confinamento registraram a participante chorando no quarto, enquanto era consolada por Hariany e Gabriela.

Logo, muitas pessoas declararam que não torcem mais para Rodrigo, o chamaram de ‘uma decepção’, e estão subindo hashtags como #RíziaMereceRespeito e #MilitantedeTaubaté


Qual sua opinião? Escreva abaixo👇
- Anúncio -

Written by Ana Paula

Jornalista de profissão, e redatora por vocação. Escrevo com prazer tentando passar em palavras, emoções que possam tocar a vida das pessoas. Nas horas vagas mamãe de gatos e degustadora de cafés, que são meus grandes amores.

O laço entre estas irmãs gêmeas é tão forte que elas tiveram seus bebês no mesmo dia. Incrível!

“Não sou mais a mesma médica desde o nascimento da minha filha. A dor do outro me pertence muito mais”