Após resgate de Luisa Mell, rede de pet shops anuncia fim da venda de filhotes

- Anúncio -

O resgate de uma enorme quantidade de cães que viviam em más condições motivaram a decisão da rede de pet shops a desistir do comércio de animais.

A ativista pela causa animal Luisa Mell, participou do resgate de 1.707 cães de um canil em Piedade, no interior de São Paulo.

Após a repercussão do resgate, uma das maiores redes de pet shops do país, a Petz anunciou que não irá mais comercializar animais em suas unidades, esse anuncio foi feito na última terça-feira (19).

- Anúncio -

 “Ontem tive um dos dias mais difíceis da minha vida… Exploradores de animais inconformados em perder seus lucros tentaram invadir nosso centro de triagem para me agredir e roubar os cães (que foram confiscados pela polícia e entregues ao Instituto Luisa Mell)”, afirmou Luisa em seu Instagram nesta quarta-feira, 20.

Ela ainda gravou o momento em que saiu do local: “Tô indo embora escoltada porque fui muito ameaçada de morte. Queriam me linchar”. Luisa ainda fez questão de agradecer à Polícia Civil e à Polícia Militar do Estado de São Paulo pelos serviços prestados.

 Segio Zimerman, presidente e fundador da empresa Petz, publicou um vídeos nas redes sociais da Petz.

No vídeo, Sergio diz que se sente “orgulhoso” pelos 16 anos em que buscou um “processo mais controlado e ético” na comercialização de animais.

“Um dos canis que mantinha relações conosco sofreu denúncias de maus tratos. Isso nos incomodou muito. Me reuni com a equipe no final de semana para saber a possibilidade disso acontecer de novo. A equipe garantiu que era ‘99% seguro’ o nosso processo.”

“Ocorre que 99% não é 100%. Se tem a menor possibilidade disso acontecer de novo, então não serve. A partir de agora, as 82 lojas do grupo Petz espalhadas por todo o Brasil não comercializarão mais cães e gatos.”

“O caso do canil de Piedade nos mostrou que, apesar de inúmeros esforços, não é possível garantir que todos os parceiros tenham a mesma preocupação que nós com o bem-estar animal.”

- Anúncio -

De acordo com o presidente, ainda há filhotes disponíveis nas lojas, mas “todo o resultado obtido com a venda desses filhotes será destinado à causa animal através das ONGs participantes do projeto Adote Petz.’

Por fim, ressalta que o “espaço para comercialização será destinado a ONGs e protetores independentes para feiras permanentes ou temporárias”.

“Parabéns Petz pela importante atitude!”, comemorou Luisa Mell em seu Instagram.

Os últimos dias trouxeram para a Petz uma situação inédita em nossos 16 anos de história. O caso do canil de Piedade nos…

Gepostet von Petz am Dienstag, 19. Februar 2019

Qual sua opinião? Escreva abaixo👇
- Anúncio -

Written by Ana Paula

Jornalista de profissão, e redatora por vocação. Escrevo com prazer tentando passar em palavras, emoções que possam tocar a vida das pessoas. Nas horas vagas mamãe de gatos e degustadora de cafés, que são meus grandes amores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

José Loreto assume traição, pede perdão e quer volta para ex-mulher

Vaza vídeo de José Loreto beijando atriz nos bastidores da Globo e imagem gera revolta: “Circo de horrores”