Abraçou a filha chorou com ela.. tudo para ela retirar a denuncia. Veja o que diz a Mãe, que Clama por Justiça!.

- Anúncio -

Ele pediu desculpas, Abraços a filha, e mais, tudo pra tirar a denúncia, logo veja o que aconteceu. Veja a entrevista da mãe.

É assustador como esse pai monstro pôde ter tanta frieza. Ele conduziu a situação com muita calma, do crime praticado contra a própria filha de 13 anos pouco depois de ter siso solto da prisão na cidade de São Roque (SP).

A mãe da menina não consegue entender a absurda e terrível tragédia, a fila foi morta com facadas e clama por justiça e desabafa;

- Anúncio -

“Ele não pode ficar impune de novo, não. Matar a própria filha? Isso não se faz”.

O pai, Horácio Nazareno Lucas, de 28 anos, ficou para a prisão em 2010 com acusação de estupro da cunhada que sofre de doença mental, sendo condenado por 8 anos, tendo praticado a violência sexual na frente da filha que na época tinha 5 anos de idade.

Ele está desaparecido desde o dia da morte da filha.

Tamires contou que teve um relacionamento de 15 anos com ele, que continuou após a irmã ter sido violentada. Ela perdoou o companheiro pelo estupro da irmã.

“Quando a polícia o prendeu fiquei até mal porque tinha passado tanto tempo já essa história. Mas, depois de um mês mais ou menos, eu descobri que ele estava abusando da minha filha, que era filha dele também”, contou a mãe da menina de 13 anos.

A menina Letícia também foi abusada pelo pai, mas a mãe disse que só teve conhecimento quando foi feita uma denúncia anônima enquanto ele estava preso.

- Anúncio -

O caso foi parar no Conselho Tutelar que providenciou atendimento à família.

Durante o tempo em que Horácio, o pais da menina esteve preso, ele tentava fazer com que a filha retirasse a denuncia.

- Anúncio -

No dia em que ele deixou a prisão, A mãe constou que ele arrombou a porta

“Ele estava calmo, conversando. Até pediu desculpa para a filha dele. Eles se abraçaram e até choraram juntos”, contou Tamires.

“Ele estava calmo, conversando. Até pediu desculpa para a filha dele. Eles se abraçaram e até choraram juntos”, continuou a mãe.

“Ele queria que ela mentisse, que ela falasse que ele não tinha feito nada com ela. Nisso ele foi ficando nervoso.”

“Ele estava atrás de mim, com medo que eu ligasse para a polícia. Ele ficou nervoso porque eu tinha escondido o celular e, quando encontrou, ficou mais nervoso ainda. Ele me grudou pela garganta e depois me deu um murro no nariz”.

Logo que tentou se livrar de Horácio, a mãe fugiu correndo para a casa de uma bizinha e ligou para a polícia, mas a menina de 13 anos ficou na casa junto com o irmão de 6 anos. O pai trancou o filho no quarto, mas ele fugiu pela janela enquanto o pai esfaqueava a irmã.

“Ele saiu e se deparou com a irmã em cima da cama. Ele saiu para a rua e encontrou a polícia, que já vinha subindo a rua. Foi ele que contou que a irmã estava ensanguentada em cima da cama que tem na sala. Eu cheguei depois e não me deixaram entrar.”

Algumas semanas antes da tragédia, a menina contou para a tia  que foi ameaça de morte caso contasse sobre o estupro pelo pai.


Qual sua opinião? Escreva abaixo👇
- Anúncio -

Written by SIlvia Jornalista

Professora Silvia, dou aulas no periodo vespertino e escrevo noticias nos sites da rede Maetips. Mãe de dois meninos, Lucas e Renato de 6 e 12 anos. Sejam muito bem vindos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jéssica de 17 anos foi Morta Esfaqueada em Teste de Fidelidade feito pelo Namorado e o Primo dele, Namorado Alega inocência. Veja

Chef de Cozinha Henrique Fogaça COMEMORA sucesso de cirurgia de nove horas que a filha passou!