in ,

A importância da licença-paternidade: “Me ajudou a ser um melhor pai, humano, cidadão e profissional”

Fonte: reprodução
- Anúncio -

Pai conta como a licença-paternidade mudou sua vida e compartilhou sua experiência, para que outros homens que, estão para ter filhos, valorizem essa conquista.

Estar perto do filho e poder acompanhar os primeiros meses do bebê, é muito importante para os pais, por isso, a licença-paternidade não se trata de uma questão de modismo para os pais, já que, a mãe tem esse direito conquistado, mas é necessário para a criança e para o homem, que pode melhor apoiar a mãe nos cuidados com o filho, além do forte vínculo que irá marcar a vida do pai.

A oportunidade de compartilhar os cuidados do filho com a família, sem dúvida é um exercício emocional envolvente, além do amor junto à família.

- Anúncio -

O gerente de Vendas na Sanofi, Lucas Paulo Martins Fontes, pai de um casal de  filhos, Leonardo e Lorena, conta como foi sua experiência:

“Contar com o suporte da licença parental da Sanofi foi um momento incrível. Fazer parte desse momento, desde o anúncio do benefício até você participar de fato como integrante é muito gratificante, porque pertencer a uma empresa que tem tantos bons propósitos e dentre eles, o de uma família cada vez mais estruturada e unida é superbacana”.

 “Você vai ter pessoas melhores, pais melhores, mães melhores. Se a pessoa se desenvolve como ser humano, ela também se desenvolve como profissional, não dá para desvincular as duas coisas. Então, quando você cresce como pai ou como mãe, você está crescendo também como ser humano e isso também acaba refletindo no trabalho”, disse o gerente, reconhecendo os benefícios da licença-paternidade e continuou.

- Anúncio -

“Você consegue dividir muito esse peso da responsabilidade dos primeiros momentos com o bebê. É muito vulnerável, trabalhoso, mas no final é prazeroso. Esse benefício dos quatro meses ajudou muito no vínculo com a família, com a esposa e com a minha filha que acabou de chegar, foi maravilhoso”.

“Me ajudou a ser melhor ser humano, melhor cidadão e melhor profissional também”. Nos momentos de parceria com a esposa, Fabiana Pazini Martins Fontes, ele disse ainda sobre como todo o processo fortaleceu o relacionamento em um contexto geral. “Ficar esses quatro meses em casa cooperou com tudo. Então, você lava uma louça, se preocupa em deixar a casa mais organizada para o bem-estar de todos, com a saúde da esposa, com a alimentação dela e também com o bem-estar emocional. Cuidando e passando mais tempo com as crianças permitiu que ela descansasse um pouco mais e se recuperasse de forma mais rápida do momento do parto. Isso ajudou muito”.

“Eu pude ver eventualmente a dor que a minha esposa teve no passado: nos primeiros momentos com um bebê em casa, de ficar sozinha, ou das vezes em que precisou acordar de noite porque no outro dia eu precisava estar cedo de pé para trabalhar. Ela tomava essa iniciativa”, explicou.

“Foi uma troca de parceria maravilhosa, em que eu pude entender cada vez mais o ponto dela e me colocar no lugar. Esse momento trouxe muito vínculo, muita parceria e melhorou muito o nosso convívio e o quanto eu entendo as necessidades dela”.

- Anúncio -

 

Créditos: https://paisefilhos.uol.com.br/familia/a-importancia-da-licenca-paternidade-me-ajudou-a-ser-um-melhor-pai-humano-cidadao-e-profissional/

 


Qual sua opinião? Escreva abaixo👇
- Anúncio -

Written by SIlvia Jornalista

Professora Silvia, dou aulas no periodo vespertino e escrevo noticias nos sites da rede Maetips. Mãe de dois meninos, Lucas e Renato de 6 e 12 anos. Sejam muito bem vindos.

Diarista tenta evitar agressões do patrão contra a mulher e morre espancada

Ivete sobre criar abelhas com a família em casa: “É inspirador estar aqui com as crianças”